20.9.02

MULHER PERDE MAMILO NA GUERRA E PROCESSA GOVERNO AMERICANO

Esse mês o governo americano foi processado por um motivo no mínimo curioso: Barbie V. Din, uma cozinheira das forças armadas, afirma ter perdido o mamilo esquerdo durante o exercício das suas funções na guerra do Vietnã.

Segundo o seu depoimento, ela estava nas instalações americanas preparando o almoço das tropas, quando um dos soldados acidentalmente tirou o pino de uma granada achando que fosse um limão. A granada explodiu a alguns metros do refeitório, justamente onde Barbie estava descascando batatas. Com o susto da explosão, Barbie afirma ter cortado seu mamilo esquerdo.

"Tive que ser socorrida imediatamente, pois sem querer perfurei a veia mamária. Se eu não estivesse perto do alojamento médico poderia ter morrido! Eu sempre fiz questão de cozinhar com os mamilos à mostra, pois tenho muito amor pelo que faço, e gosto de ter um contato maior com a comida."

Após este acidente, Barbie conta ter voltado pra casa e ficado em um estado de depressão profunda durante anos, até hoje, quando decidiu contratar um advogado para lutar pelos seus direitos.

Mesmo desmamilada, ela ainda luta por justiça.

19.9.02

MANADA DE GIRINOS ATACA MST E EMITE RADIAÇÃO

A raça de Girinos-Búfalos vinha sendo pesquisada desde 1996 no interior de Minas Gerais e as pesquisas foram banidas do centro pois a amostras da pleura (espécie de pele q envolve o pulmão) dos animais tinha em sua constituição resídulos de Urânio-14 na mais alta concentração de radioatividade, o que os tornavam indomesticáveis.

Nas últimas horas da manhã, um grupo de manifestantes do Movimento Sem Terra invadiu aquela área de pesquisas que estava desativada pelo governo que corresponde a 13 hectares de terra. Os manifestantes não sabiam o motivo da área estar fechada, visto que esta era muito produtiva apesar de ter alguns pedaços alagados. Ao ocuparem boa parte do terreno e construírem seus abrigos um tumúlto de algumas crianças na beira de um lago chamou a atenção dos invasores: um girino tamanho família estava golpeando com seus flagélos alongados crianças que brincavam no lago. Na mesma hora o Girino-Búfalo foi agredito com foices, galhos de mangueira e varas de marmelo. A medida de retaliação dos sem-terra não bastou para conter a violência dos animais. "Eu ví lá no horizonte aqueles bichos patucão vindo correndo e o chão tremia e tremia e eles eram grandes! Atacaram a gente com o rabo! Me acertaram bem na altura dos estomagos e eu caí com medo e desmaiei" - relata o manifestante Virgílio Limeira Silveira da Silva.

As crianças atacadas foram internadas com objetos grudados na pele "Esse fato é comum para quem fica exposta à radiação. Temos casos relatados de pessoas que agregaram-se aos objetos devido a radiação e hoje vivem pacificamente com eles... essas crianças vão se acostumar" - Explica o Bio-Físico Henrique Trindade.

A área será isolada e os girinos estão sendo levados a um centro de reabilitação para estressados e animais que sofrem de hiper-tensão crônica e nervosa.

18.9.02

MULHER CASA COM MONUMENTO INDÍGENA

Na pacata cidade de Piraçununga (SP), um caso raro foi registrado. Fabiane Silva, médica pós graduada em pediatria, resolveu casar-se aos 26 anos com aquele que ela diz ser o amor de sua vida: Um Totem.

Para quem não sabe a cidade de Piraçununga, foi construída em cima de um enorme e vasto cemitério indígena. Lá estão enterradas a maioria das tribos que confrontaram com os Bandeirantes no início da colonização e exploração do interior do Brasil. Escavações comandadas pelo arqueólogo Irineu Paster acharam um Totem talhado a mão por uma das tribos mais resistentes, a temida Puçunacã. Diz a lenda que era a homenagem ao Deus da Fertilidade e do poder. Na época, Fabiane Silva era a chefe voluntária das escavações e por falta de verba do governo guardou em sua casa o Totem. Apaixonou-se pela beleza dele. Hoje ela o chama de Vinicius.

O casamento foi feito na Basílica Católica do Espirito Santo. O padre comenta "Inicialmente neguei em decorrencia à anatomia do noivo não proporcionar vestimentas adequadas e seu casco pintado com carrancas representar muito paganismo... mas aceitei... em nome do amor, Deus entenderá..." benze-se o padre José Firmino.

A opinião da família da moça é ainda confusa "Eu não sei o que ela viu nesse monumento! Ele é calado! Parado! Pesado! Um entojo!! Ele vive com aquela madeira rigida! Entumescida! Aquele monte de desenho na sua pele! Meu deus! Parece um metaleiro!!" Reaje a mãe. O pai não quis dar seu relato mas aos prantos e nervoso disse "Minha filha não casou só porque estava grávida dele a 4 meses! E sim porque tem muito amor!!".

O amor é lindo! Só não se assustem quando seus filhos apaixonarem-se por perucas ou escovas de dente...


17.9.02

POSTE PERDE A RAZÃO E AGRIDE CIGANA

A madrugada de São Tomé das Letras, dessa vez não foi uma das mais agradáveis. Irene Cecilia, 48 anos, foi brutalmente agredida enquanto trabalhava na esquina de seu bairro.

No final de seu expediente noturno um cliente pediu para que a cigana revelasse-lhe o futuro. Irene o fez e o cliente maravilhado saiu contente. Foi notando a alegria do cliente que um Poste de Luz (que deveria estar sob o controle da empresa distribuidora de luz) pediu para a Irene que revelasse também o seu futuro. A cigana cansada disse que não pois já estava estafada e devido a ausência de membros do cliente, foi então que o Poste - que atende pela numeração 459AA13F-9, agrediu-lhe com seu concreto, fazendo-a cair no chão. A agressão não parou por ai, não satifeito o poste enforcou e asfixiou Irene que ficou inconsciente, sendo por fim agredida moralmente.

Esse é o segundo caso de Postes Agressores em São Tomé das Letras. O primeiro caso foi relatada a agressão feita em um pastor da Igreja Pentecostal Evangelista. Será mesmo que nossos postes de luz estão formando uma sociedade racista como prevista por Oswald Pirineus, o profeta francês do século XV?


16.9.02

UM POUCO DE PAZ: MEIA ASSASSINA É PRESA NA ZONA NORTE DO RIO

O caso Meia Misteriosa, a algumas semanas, vinha causando pânico aos moradores do subúrbio do Rio (confira em Mameluco News, 3/09/2002). Nesse último domingo a ação rápida e inteligente da Polícia Federal trouxe mais calma a população. A Meia Misteriosa foi capturada.

"A ação efetiva foi muito bem pensada. Estávamos rastreando seus passos solitários há algum tempo. Ao notar nossa aproximação tentou alojar-se no pé de um mendigo que estava à paisana num beco. A negociação foi árdua. O mendigo só concordou em tirar a meia que o aquecia naquela noite fria quando oferecemos-no remuneração e proteção do governo." - Coronel Edmilson Pedro da Cunha, descreve a brilhante atuação.

O número calculado de vítimas foi aproximado de 76 entre homens e mulheres, sendo 43 agredidas, 21 mortas e 2 devoradas vivas. Essa meia atende pelo nome de Marlúci e toma calmantes para não manifestar seu instinto agressivo (natural das meias). "Naquela noite, o meu dono esqueceu de me dar meus remédios, então manifestei-me violentamente! Eu não tenho culpa!! Não quer ficar presa no mostruário! Deixem-me aquecer pés! Sou inocente!!" - Marlúci roga o perdão e se explica.

O caso está sendo analizado pela Juiza de Criminalistica Iris Medeiros Cardoso. Será mesmo que Marlúci esta falando a verdade sobre sua saúde? Mais uma vez, nos resta aguardar..

ELEFANTES NANICOS SÃO FEBRE NO JAPÃO

Depois da ovelha Dolly, parece que a manipulação genética é uma brincadeira de criança. A mais nova criação de bio-engenheiros foi um Elefante de apenas 15 cm. O encanto das crianças está sendo o lucro de muitos comerciantes, pois em média cada elefantinho (apenas o animal, sem adicionais) é vendido por 400 dólares. Já o Kit Elefantinho sai pelo preço de 512 dólares. O conteúdo deste é bastante útil para a vida do animal, sendo:
- 1 elefante
- 1 rolo de papel-toalha (logradouro)
- 12 pedrinhas e 3 galhinhos de samambaia (reprodução da selva)
- 4 amendoins (necessários para alimentação do animal por 1 ano)
- 2 kg de balas de coco (brinde para os compradores)

Parece que depois do sucesso do Tamagoshi parece mesmo que o cativante são os bichinhos em miniatura. A criação promete fazer sucesso em todo o mundo. "Devido às radiações e manipulações na pele do animal, nesta formou-se uma couraça que o deixa elástico, imune a quedas e pisões repentinos comportando-se como um animal de borracha que pode ser esticado até 3 vezes mais que seu tamanho original, sem causar-lhe nenhuma dor. E as crianças podem brincar despreocupadas." Conta Dr. Takowa Karanomuro, responsável pela equipe.

O laboratório está com planos de criar um Curió que tenha o tamanho de um Jumbo 747, a fim de conter as invasão de gafanhotos que destroem plantações por todo mundo. Será mesmo que temos o direito de brincar de Deus? Abre o olho, japonês!